Descubra: dormindo melhor com Triptopax

Você dorme bem? Hoje em dia, uma boa noite de sono parece que virou artigo de luxo. A ponto de estarmos vivendo o que alguns chamam de epidemia do sono insuficiente. Segundo a Associação Brasileira do Sono, 75% da população têm problemas de insônia e outros 60% admitem que dormem menos de sete horas por noite. Por que, afinal, dormir virou um privilégio? E como driblar a insônia de uma vez por todas? Descubra agora!

Dormir tornou-se um privilégio

O sono reparador, antes visto como indicador de qualidade de vida, passou a ser considerado por muitas pessoas como perda de tempo, ou um luxo para ser usufruído na velhice. Só que esse descanso não é algo que podemos deixar para a eternidade. O sono é uma função biológica e é uma das necessidades primordiais do ser humano, tão importante quanto se alimentar de forma nutritiva. Após um dia de atividades, o sono tem papel fundamental de relaxar e restabelecer o organismo para um novo ciclo de atividades.

São vários os fatores que podem levar alguém a dormir mal. “Isso tem relação com estresse, ansiedade, depressão, com um estilo de vida pouco saudável, com irregularidades no horário de dormir, com sedentarismo. Mas também tem uma relação muito importante com o uso de eletrônicos, como tablet, celular e computador. Essa luminosidade que surgiu de uns anos para cá piorou o sono das pessoas.

Vivemos hiperestimulados. Levamos para a cama os problemas e o celular. O corpo sente. E o sono vai embora. A questão é que a luz que vem dos dispositivos inibe a produção de melatonina. Muitos insones apelam para recursos pesados, como os tarjas pretas. Na rotina agitada, precisam de algo que os apague quando a noite chega. Sabia que os brasileiros compraram mais de 56 milhões de caixas de remédios para dormir só em 2018? Entre os campeões estão o clonazepam, o alprazolam, o zolpidem. De fato, estes remédios pesados fazem a pessoa dormir, mas o sono é artificial, é leve, fragmentado. E têm efeitos colaterais, a longo prazo não faz bem para a saúde, afetando diversas áreas do nosso organismo.

Já se deu conta de como uma noite mal dormida acaba com seu dia? Quem dera o estrago fosse só esse! Estudos mostram que dormir pouco é a maneira mais fácil de morrer cedo. O sono é um termômetro da saúde. Se a pessoa malha, corre, tem emprego, mas não dorme, ela não está bem de saúde.

A ausência de um sono reparador é extremamente danosa para o organismo. A primeira consequência são alterações no sistema cardiovascular. A pessoa fica mais propensa a ter hipertensão e as repercussões disso, com danos em vários órgãos no corpo. 

Uma única noite de insônia pode aumentar em até 30% os níveis de ansiedade. Também é durante o sono que aumentamos a produção da leptina, hormônio que controla a sensação de saciedade. Dormindo pouco, a produção desse hormônio fica comprometida e a sensação de saciedade demora a chegar. Além disso, a grelina, hormônio que controla a fome, aumenta, fazendo com que haja um maior consumo de alimentos do dia seguinte, auxiliando no ganho de peso. Mas, então, como evitar, ou tratar a insônia, sem perder a qualidade da sua saúde?

Como evitar ou se livrar da insônia?

Chegou recentemente ao Brasil um tratamento revolucionário na luta contra a insônia, chamado Triptopax. Já aprovado pela Anvisa, Triptopax não possui efeitos colaterais nem contraindicações, e foi desenvolvido por especialistas com foco na rapidez de resultados. Logo, desde o primeiro uso, você já sente os resultados imediatos e, além disso, Triptopax regula seu corpo com o tempo, fazendo com que seus níveis de estresse diminuam drasticamente, proporcionando muito mais qualidade de vida.

Por auxiliar diretamente no hormônio do sono, Triptopax melhora a qualidade dos ciclos do sono, aumenta os níveis de serotonina, considerado o hormônio do prazer e da felicidade, melhorando o humor e aumentando os níveis de GABA, um neurotransmissor importante que ajuda a regular o sistema nervoso.

Mesmo para quem usa tarjas pretas há muitos anos, Triptopax é uma alternativa saudável e natural que traz resultados positivos e imediatos, podendo inclusive ser utilizado em conjunto com os controlados, sem maiores contra indicações, sendo muito recomendado para todos que desejam realizar o desmame deles. São diversos os relatos de pessoas que eram dependentes de tarjas pretas e os largaram com a ajuda do Triptopax, comprovando sua eficácia.

O tratamento completo do Triptopax consiste de dois potes, um “Diurno” e um “Noturno”, ambos trabalham juntos para oferecer resultados positivos contra diversos transtornos mentais, logo, devem ser tomados juntos para o tratamento surtir o efeito desejado. Para seguir o tratamento à risca, deve-se tomar 1 cápsula do pote Diurno durante o dia e 1 cápsula do pote Noturno entre 2 a 1 hora antes de dormir. Cada pote contém 30 cápsulas, logo, para 1 mês de tratamento, são 1 pote Noturno e 1 pote Diurno, totalizando 60 cápsulas por mês.

Triptopax possui diversos kits, cada um com um valor diferente. E quanto mais kits se compra, maior o desconto, no fim das contas vale muito mais a pena pegar kits maiores do que pegar os kits menores. Quando Triptopax foi lançado, o custo dele era o dobro do atual.

O valor hoje está muito mais acessível, e muitas pessoas escolhem o tratamento para 5 meses pois é o que tem maior desconto, aproveitando o tratamento por muito mais tempo, sem preocupações de ficar sem potes tão cedo. O valor sempre flutua, porque recorrentemente o laboratório faz promoções, e de tempos em tempos o estoque precisa ser reabastecido pois a demanda é alta. Para tirar qualquer dúvida sobre valores, e sobre as promoções ativas no momento, entre em contato com o suporte e eles te auxiliarão.

Então, já sabe: se você precisa de um método simples e eficiente de recuperar o controle da sua vida e se livrar de uma vez por todas da insônia, clique aqui e conheça mais sobre o Triptopax!